Sem título
Data 1976
Técnica Aço laminado
Dimensões 91.5 x 152 x 152 cm
ID Inventário UID 102-290
Donald Judd estudou pintura na Art Students League, de Nova Iorque, e, seguidamente, filosofia na Columbia University. Em 1963, realizou a sua primeira exposição individual, onde apresentava quadros em relevo e caixas com plexiglas. É nesse momento que redige o texto que é considerado o seu manifesto pessoal, «Specific Objects» [Objectos Específicos], publicado em 1965, onde anuncia o fim da distinção entre a pintura e a escultura. Distinção essa que estava ligada a uma visão académica da arte. As obras de arte pretendem obter uma configuração particular do espaço. Assim, as Stacks [Pilhas] são constituídas por uma sucessão de elementos alinhados verticalmente e pendurados na parede, formando saliências. A obra da Coleção Berardo pertence a uma outra série: caixas cúbicas dispostas no chão. Apresentam-se como poços sobre os quais nos podemos debruçar e têm por função revelar o espaço. Judd explica a sua intenção através da oposição que procura obter entre o exterior e o interior da caixa: o primeiro é «bem definido» e o segundo, «indefinido», ou seja, sem fim. A parte elevada reflete a luz e o espaço circundante, enquanto o fundo que descobrimos no interior parece absorvê-los. Ao atrair e precipitar a luz e o espaço num poço sem fundo, a caixa engole o espaço. Na década de 1990, Judd alargará este princípio à arquitetura e ao design, nomeadamente com a intervenção num conjunto de edifícios onde instalou uma fundação-estúdio na pequena cidade de Marfa, no Texas.
J-FC