Sechs Stufen Progression
Data 1942 - 1943
Técnica Óleo sobre tela
Dimensões 67.5 x 43.2 x 2 cm
ID Inventário UID 102-58
58.jpg
Encontramos o desenho formado pelos traços brancos, intitulado x = 6, num estudo, x = x, publicado pelas edições Allianz, em Zurique, em 1942. Nessa publicação, o desenho surge a negro e invertido (no sentido esquerda-direita). Para Max Bill, um tal grafismo corresponde a um arranjo calculado, a uma formulação matemática. A linha vertical branca está dividida em duas. Do meio daquela, parte uma linha correspondente à sua metade, com um ângulo de 30°. Do meio desta, parte de novo uma linha correspondente à sua metade, também com um ângulo de 30°. E assim sucessivamente. Há, portanto, seis linhas, cada qual sendo a metade da precedente, e cinco intersecções. Não há mensagem, trata-se de pura informação estética. Em cima e em baixo, estão dispostas duas barras de madeira em bruto, com 3,1 cm de diâmetro, que constituem a moldura da obra. Neste período, Bill experimenta todo o tipo de enquadramentos.
AC
Angela Thomas Bill, Zumikon; Annely Juda Fine Arts, Londres; adquirido em 1996.