Colaboradores

Colaboradores
Corpo de texto: 

Ana Carina Dias
Licenciada em Artes Plásticas (escultura) pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, frequentou a Pós-Graduação em Museus e Educação na Universidade de Évora. Bolseira Erasmus em Atenas e Leonardo da Vinci no Centro Galego de Arte Contemporánea, em Santiago de Compostela, onde estagiou no serviço educativo. Integrou o curso Serviços Educativos na Cultura (realizado pela Setepés na Fundação Calouste Gulbenkian). Realiza workshops de cerâmica artística pela A.C.A.S.O. e colabora com o serviço educativo do Museu Coleção Berardo desde 2008.

Ana Rito
Desenvolve a sua actividade entre a prática artística, a investigação, a curadoria, e a docência. 
Mestre em Belas Artes (FBAUL), encontra-se a concluir o curso de Doutoramento na especialidade de vídeo-instalação, em torno da performatividade da imagem movente.
Destaca-se a sua participação na exposição colectiva Faccia Lei (2007), comissariada por Elena Agudio no Spazio Tetis, Arsenale (52ª Bienal de Veneza) e PUPPE PROJECT (2010), na Galeria MAM – Mario Mauroner Contemporary Art, Viena, comissariada por Fabrizio Plessi no âmbito do Festival Art&Film. 
Em 2009 co-comissaria com Hugo Barata e Jean-François Chougnet She is a Femme Fatale e em 2011 Observadores – Revelações, Trânsitos e Distâncias, Museu Colecção Berardo. É curadora da exposição A Visão Incorporada/The Embodied Vision – Performance para a câmara, no Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado (2014). 

Andreia Dias

Formada em Artes Plásticas (pintura) pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, realizou o curso de formação artística na Sociedade Nacional de Belas Artes e diversos cursos de arte contemporânea, dança, coreografia, performance, instalação, comunicação, entre outros. É formadora nas áreas de web design, comunicação audiovisual, animação ambiental e expressão plástica e corporal. Colabora com os serviços educativos do Museu Coleção Berardo, Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian e Museu da Eletricidade.

Carlos Carrilho
Estudou arquitetura na Faculdade de Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa. Fez estudos de arte e educação artística na Sociedade Nacional de Belas Artes, no Ar.Co – Centro de Arte e Comunicação Visual e na Fundação Calouste Gulbenkian. Desde 1997 tem colaborado com diversas instituições culturais na conceção e monitorização de atividades de carácter pedagógico no âmbito da arte contemporânea, arquitetura e design. Estruturou e lecionou a disciplina de Teoria de Arte na NextArt e foi autor e impulsionador do projeto LandArt que esta entidade desenvolveu a partir de 2002.

Fabrícia Valente
Licenciada em arquitetura pela Universidade de Évora em 2007 e com formação complementar nas áreas da Fotografia (Instituto Português de Fotografia) e Organização e Montagem de Exposições (Fundação Eugénio de Almeida). Desde 2007, orienta e leciona cursos de história e teoria da arte moderna e contemporânea. Colaborou com a Trienal de Arquitetura de Lisboa em 2010. Atualmente desenvolve trabalho de mediação cultural no Museu Coleção Berardo e no Centro Cultural de Belém e exerce funções de curadoria e coordenação de programação do projeto KAIROS.

Francisca Correia do Vale
Formada em Belas Artes pela Universidade de Lisboa e pela Universidade de Artes Aplicadas de Viena, onde se especializou em técnicas de gravura. Atualmente está a terminar um mestrado em Ciências da Comunicação. Passou por São Paulo, onde realizou um estágio de fotografia. Já em Lisboa integrou a equipa de designers da CODEX. Trabalha desde 2010 como freelancer em fotografia e ilustração e colabora com o Museu Coleção Berardo desde 2012, integrando atualmente a equipa do serviço educativo, concebendo e orientando atividades pedagógicas para diversos públicos.

Hilda Frias
Licenciada em história pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e mestre em Arte, Património e Restauro pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, prepara tese de doutoramento em História da Arte da Época Moderna na Universidade de Salamanca. Docente do ensino superior desde 2000, é autora de diversas obras e textos em livros e revistas de história da arte. Tem colaborado com diversas instituições no âmbito dos sectores de educação, nomeadamente com o Museu Coleção Berardo, Museu Gulbenkian, Centro de Arte Moderna da Fundação Gulbenkian, Museu Nacional de Arte Antiga e Casa das Histórias Paula Rego.

Hugo Barata
Mestre em pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa expõe o seu trabalho desde início de 2000. Está representado em diversas coleções particulares e institucionais. Desenvolve projetos no campo da curadoria independente em instituições museológicas e em plataformas alternativas. Desde 2007, desenvolve trabalho como mediador educativo, criando e orientando atividades educativas para diversos públicos.

Isabel Barbas
Licenciada em arquitetura pela Faculdade de Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa e mestre em desenho pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, realizou o curso de pintura na Complutense de Verano, Belas Artes, em Madrid e o curso de gravura na Fundación Pilar i Joan Miró. É desde 2010 professora assistente na Escola de Comunicação, Arquitetura, Artes e Tecnologia da Informação da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. Em 2004, fundou o seu próprio atelier onde realiza instalações de luz urbanas, projetos artísticos, design de produto e projetos de obra arquitetónica. Colabora com o serviço educativo do Museu Coleção Berardo desde 2008.

João Catarino
Licenciado em Estudos Ingleses e Norte-Americanos pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e pós-graduado em Linguística pela Faculdade de Letras da Universidades de Lisboa. Colabora com o Museu da Música desde 2013 e com o Serviço Educativo do Museu Coleção Berardo desde 2014. 

Margarida Botelho
Licenciada em arquitetura pela Faculdade de Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa e Mestre em Sequential Design / Illustration pela Universidade de Brighton. Publica, desde 2005, livros para público infantojuvenil. Desenvolve experiências educativas com várias comunidades em diferentes contextos; cria e realiza projetos artístico-educativos em Portugal e no Brasil. Colabora com a Unesco e ONGs em projetos de intervenção comunitária através da arte em Moçambique, no Brasil, na Indonésia e na Índia.

Maria do Carmo Rolo
Licenciada em escultura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa e pós-graduada em práticas culturais pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de LIsboa. Trabalha, desde 2006, na área da cultura, desenvolvendo atividades no âmbito das artes visuais e mediação em entidades museológicas.

Mariana Correia Ramos
Mestre em escultura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, frequentou a escola de artes visuais Maumaus, onde concluiu o curso avançado de artes visuais. Expõe regularmente desde 1999. Desenvolve trabalho educativo no âmbito das artes plásticas desde 2004, tendo iniciado a sua colaboração com o serviço educativo do Museu Coleção Berardo em 2011.

Maribel Sobreira
Licenciada em arquitetura pela Universidade Lusófona e pós-graduada em património urbano, pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de LIsboa. Mestranda em Filosofia na Faculdade de Letras Universidade de Lisboa na área da filosofia da arquitetura e da arte. Membro da International Society for the Philosophy of Architecture e do Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa. Tem publicado artigos na área da reflexão sobre a arquitetura e o património urbano. Concebe e orienta atividades de sensibilização para as artes e arquitetura e colabora com o Museu Coleção Berardo desde 2010.

Nuno Lacerda
Concluiu em 2008 a licenciatura em Artes Plásticas (Pintura) na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. Tem formação em banda desenhada (CITEN / Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian) e representação teatral (Casa de Teatro de Sintra). Desenvolve o seu trabalho individual em torno do vídeo e da ilustração e é membro ativo de vários projetos coletivos de teatro e música. Desenvolve e colabora em atividades de educação e sensibilização artística para o público infantojuvenil desde 2005. Colabora com o Serviço Educativo do Museu Coleção Berardo desde 2014.

Orlando Franco
Licenciado em artes plásticas pela Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha e pós-graduado em teorias da arte na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. Na qualidade de mediador cultural colaborou com o serviço educativo do Centro Cultural de Belém e colabora atualmente com o serviço educativo do Museu Coleção Berardo em diversos projetos educativos. Docente no ensino profissional e universitário nas áreas da fotografia, vídeo e imagem na Escola de Tecnologias Inovação e Criação, Escola Secundária Alves Redol e Universidade Lusófona, desenvolve em paralelo projetos de curadoria e programação artística.

Patrícia Trindade
Completou, em 2008, o Curso de Mestrado em Estudos Curatoriais pela Faculdade de Belas Artes de Lisboa numa parceria com a Fundação Calouste Gulbenkian. Foi, entre 2011 e 2014, coordenadora de exposições e públicos na Plataforma Revólver para a Arte Contemporânea e, em, 2014, adjunta da direção da revista de arte contemporânea Artecapital. Para além da atividade desenvolvida como curadora independente, colabora, desde 2006, como mediadora cultural em diversas instituições, como o Centro Cultural de Belém, a Plataforma Revólver, a Parques Sintra (PSML), o MAAT (Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia) e o Museu Coleção Berardo. É diretora artística do projeto DIG DIG: Arte Contemporânea (Lisboa), que co-fundou em 2013.  

Renato Santos
Licenciado em história da arte pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, colabora desde 2003 com várias instituições, entre elas o Museu Coleção Berardo, o Centro Cultural de Belém, Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva e Museu da Eletricidade, na área dos serviços educativos. O seu trabalho contempla a conceção e realização de conteúdos culturais para entidades institucionais. É curador e coautor de exposições bem como fundador do projeto V.E.R..

Rita Teles Garcia
Licenciada em escultura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, frequência do mestrado de Escultura Pública na mesma instituição, tem formação em história da arte (Arte Moderna – Cruzamentos) pelo Ar.Co – Centro de Arte e Comunicação Visual, e formação de formadores no âmbito do programa PEEA do Ministério da Educação. Colabora desde 2009 com o Museu Coleção Berardo e desenvolve e colabora em atividades relacionadas com a educação e as artes plásticas, nomeadamente a docência de artes visuais e workshops de artes plásticas para diversos públicos.

Susana Alves
Formada em Psicologia Educacional e com formação adicional em Educação pela Arte e Pedagogia da Dança, trabalha como mediadora cultural desde 2005 em diversos Serviços Educativos: Museu Coleção Berardo, Culturgest, Fábrica da Pólvora de Barcarena e Jardim Botânico de Lisboa. Fundadora da ReCoSE. Cooperante fundadora e coordenadora de projetos do Largo Residências.

Susana Anágua
Mestre em Artes Digitais pela Camberwell College of Arts, University of London, licenciada em Artes Plásticas pela Escola Superior de Arte e Design das Caldas da Rainha onde leciona a disciplina Arte e Objeto de Arte do Curso de Artes Plásticas.

Teodora Boneva
Licenciou-se em filosofia e concluiu o mestrado em estética na Universidade de Sófia, Bulgária. Finalizou os seus estudos em Pintura na Ar.Co e concluiu o Curso Avançado de Artes Plásticas pela mesma escola. Concluiu o mestrado de ilustração científica (especialização em borboletário). Colabora com várias instituições na produção de conteúdos gráficos e na conceção e realização de atividades na área da ilustração científica e do desenho. Trabalha com diversos públicos e colabora com o serviço educativo do Museu Coleção Berardo desde 2014.