Pedro Barateiro. Palmeiras Bravas/The Current Situation

Pedro Barateiro. Palmeiras Bravas/The Current Situation
Exposição temporária
11/02/2015
- 24/05/2015
Piso: 
0
Curadoria: 
Pedro Lapa
Pedro Barateiro. Palmeiras Bravas/The Current Situation
Exposição temporária
11/02/2015
- 24/05/2015
Piso: 
0
Curadoria: 
Pedro Lapa
Corpo de texto: 

A exposição Palmeiras Bravas/The Current Situation é constituída por trabalhos concebidos especificamente para o efeito e que se articulam entre si através de diversas narrativas para produzirem uma observação inquietante do presente estado da cultura onde vivemos. Pedro Barateiro, na continuidade de preocupações do seu trabalho, promove uma aproximação do artista ao espectador, na medida em que, num quadro tardo-capitalista, este se resumiu a um consumidor e a sua perceção foi circunscrita ao binómio desejo e expectativa condicionado pelo mercado. É através desta assunção que procede a uma desconstrução das alterações da perceção dos objetos ou imagens que apresenta no espaço expositivo.

Esta atenção implica uma deriva que as redes de sentidos desses mesmos objetos e imagens convocam, como se um determinado campo de significação, para se constituir, tivesse de remeter para outro e assim sucessivamente. Daí a hibridez dos elementos que constituem as suas obras. Partindo de um vídeo como um prólogo, que situa temporalmente um conjunto de preocupações sobre o mundo contemporâneo, entramos numa primeira sala desta exposição, preenchida por um parque de esculturas concebidas a partir de logótipos de sorrisos agora petrificados, a par dos subprodutos do seu sistema de distribuição comercial. Somos depois remetidos para as grandes imagens relativas à génese de uma praga de gafanhotos sobrepostas a um padrão, que recusa uma ordem geométrica mas define uma rede, onde o natural e o cultural se imbricam continuamente e uma ameaça é inscrita, daí passamos para outro espaço que apresenta um conjunto de fotografias, pinturas e esculturas que derivam da expressão «fulfillment center», enquanto origem e desejo a ser preenchido ou não por um sistema de distribuição para, no último espaço, depararmos com uma cabana devastada e um vídeo, onde uma voz enuncia uma série de episódios sobre a «situação atual», a partir de uma sobreposição da realidade das palmeiras mortificadas por uma praga no sul da Europa e uma manifestação diante do parlamento.

É esta a tecedura do mundo de Pedro Barateiro, como o nosso, que há muito viu perdidas as ilusões de uma sistematicidade capaz de arrumar todos estes objetos. A sua estranheza manifesta o cruzamento conflituoso entre poderes, valores e conhecimento. Palmeiras Bravas/The Current Situation implica uma prática, uma política e um conhecimento específico dos objetos ou das imagens com os quais se entrelaçam as comunidades e os atores, que somos nós, num determinado confinamento histórico. Estes trabalhos e mais especificamente cada imagem, objeto, filme ou escultura ocupam assim uma posição de fronteira e um local de conflito onde a naturalização das tensões e a mitificação das fantasmagorias, provocadas pelas diferenças das práticas e sistemas que os articulam, se revelam e desconstroem nas diversas narrativas da exposição.

— Pedro Lapa, diretor artístico e curador da exposição

 

Um livro com ensaios de Pedro Lapa, Margarida Mendes e Sepideh Bazazi e design do Studio Manuel Raeder, tendo como referência Palmeiras Bravas/The Current Situation, será lançado após o encerramento da exposição, no final de 2015.

Um programa reunindo os filmes We Belong to Other People When We're Outside e Feitiço/Spell, realizados por Pedro Barateiro, é apresentado no auditório do museu no dia 14 de fevereiro e repetirá a 14 de março, 18 de abril e 16 de maio, sempre às 16h00.

Texto secundário: 

Um sorriso. Todas as expressões faciais comprimidas numa só imagem. O positivismo de um sistema que pretende apenas a criação de um sistema sem lógica.
Copiar a natureza.
A perda total de referências.
O sistema nervoso central.
Qualquer acto é justificado por uma imagem.
A situação atual.

— Pedro Barateiro