Abstraction (Orange)
Data 1952
Técnica Óleo sobre tela
Dimensões 97 x 195.5 cm
ID Inventário UID 102-487
487.jpg
Esta obra de Jean-Paul Riopelle pertence ao período dos ditos Grandes mosaïques, que decorre aproximadamente entre 1950 e 1960. Os quadros pintados – trabalhados à faca de pintar e à espátula – compõem-se de elementos multicoloridos com uma espessura relevante, sobrepostos e animados com riscas extensas e vigorosas. Os grandes formatos imperam. Poder-se-á dizer que estes «mosaicos» se devem certamente aos da Basílica de São Marcos, que muito marcaram Riopelle durante uma viagem a Veneza, em 1947. Muito diferente do «dripping» de Jackson Pollock, Riopelle pinta sobre uma tela colocada na vertical no cavalete, o seu trabalho não tem nada de «gestual». Apesar do título dado (também igualmente referida como sem título), uma pintura destas é para Riopelle o meio para exprimir e partilhar uma relação forte com a natureza.
AC
Mr. e Mrs. R. Sturgis Ingersoll, Filadélfia; doação em 1964 ao Philadelphia Museum of Art, Filadélfia; adquirido na Sotheby’s, Nova Iorque, 18 de dezembro de 1995.