Workshop: A invisibilidade

Workshop: A invisibilidade
07/03/2020
Horário: 
16:00
Conceção: 
Coletivo FACA
Orientação: 
Coletivo FACA
Máximo: 
25 pax
Preço: 
Visita-oficina
0,00 €
Workshop: A invisibilidade
07/03/2020
Horário: 
16:00
Conceção: 
Coletivo FACA
Orientação: 
Coletivo FACA
Máximo: 
25 pax
Preço: 
Visita-oficina
0,00 €
Corpo de texto: 

Workshop: A invisibilidade
pelo Coletivo FACA

O que significa ser invisível? Como é que as partes invisíveis se mostram? Neste workshop falaremos da perceção que mulheres artistas têm acerca dos seus próprios corpos, do discurso que associam ao seu feminino e de como são vistas por outros. A relação entre sexo, corpo e género é complexa. A forma como interpretamos o nosso género em relação com o nosso corpo estrutura as nossas vidas, definindo que atividades gostamos, que comportamentos são esperados de nós ou que responsabilidades assumimos. Cada vez mais se defende que o género é fluido, sugerindo que não é fixado pela biologia, mas varia de
acordo com preferências culturais e individuais. As artistas de que vamos falar neste workshop tornam visível qualquer coisa que antes estava oculta: o mundo queer de Nan Goldin ou os autorretratos quase artificiais de Cindy Sherman. Quando uma parte do mundo se mostra pela primeira vez, abrem-se novas possibilidades de pensamento, que nos fazem imaginar outros cenários para as nossas próprias vidas.


O COLECTIVO FACA é um projecto de curadoria que questiona as narrativas da cultura visual, num trabalho de proximidade com vários públicos que amplia a perspectiva acerca do outro e a História, propondo discussões, tertúlias, think tanks , exposições e visitas guiadas a espaços expositivos, aproveitando a sua constituição enquanto espaço comunitário. 
É um projecto de cidadania ativa, constituído por Andreia Coutinho, Laura Sequeira Falé e Maribel Mendes Sobreira, que pensa as temáticas do feminismo, colonialismo, racismo, LGBTQI+ e não-normatividade em geral. 

Tendo em conta que estas ideias estão a ser desenvolvidas internacionalmente, trazemos as discussões para o debate cultural português contando com público especializado e não especializado. Não apagando a História, cruzamos as diversas narrativas, puxando as margens para o centro do debate. Acreditamos que é preciso reajustar as margens e relocalizar os centros.
Tendo em conta que estas ideias estão a ser desenvolvidas internacionalmente, trazemos as discussões para o debate cultural português contando com público especializado e não especializado. Não apagando a História, cruzamos as diversas narrativas, puxando as margens para o centro do debate.


Atividade realizada no âmbito da programação paralela da exposição Constelações II: uma coreografia de gestos mínimos.

Público alvo: Adolescentes e Adultos
Duração: 2h

Marcação de visitas e atividades

Formulário de inscrição para:
Workshop: A invisibilidade
Adultos
Workshops

Contactos: