Museu Coleção Berardo é Júri do Prémio «A Arte Chegou ao Colombo» | Candidaturas de 1 a 30 de Outubro de 2020

Museu Coleção Berardo é Júri do Prémio «A Arte Chegou ao Colombo» | Candidaturas de 1 a 30 de Outubro de 2020
01/10/2020
Corpo de texto: 

«A Arte Chegou ao Colombo» é um programa de arte pública do Centro Colombo que, ao longo dos últimos anos, tem contribuído para a democratização da arte e da cultura através da organização de exposições de arte em espaços públicos.

Em 2020, o programa «A Arte Chegou ao Colombo» comemora os seus 10 anos de existência. A primeira edição contou com a participação do Museu Coleção Berardo e incluiu as obras Coração Independente Vermelho, de Joana Vasconcelos, Google Plane 1968-2008, de Miguel Palma,  A Medida de Todas as Coisas #2, de Isaque Pinheiro, e Cinética do Silêncio, de Susana Anágua.

Devido à pandemia de Covid-19, o Centro Colombo pretende iniciar um novo ciclo, através da criação de um projeto de apoio ao setor artístico em Portugal, mediante a criação de um Prémio de Arte, dando assim um novo impulso à criação de arte contemporânea e um sinal positivo à sociedade numa fase de grande incerteza económica.

O Prémio «A Arte Chegou ao Colombo» é um prémio de aquisição promovido pelo Centro Colombo e co-organizado pela State of the Art. As obras de arte vão ser avaliadas por um Júri constituído pelos representantes dos parceiros do Prémio: a Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva, a Fundação D. Luís I, o Museu Coleção Berardo, o Museu Nacional de Arte Antiga, o Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado e, ainda, um representante da Sonae Sierra.

O objetivo principal é incentivar os artistas participantes a criar uma obra de arte cujo denominador comum seja «o impacto da pandemia de Covid-19». O Prémio tem periodicidade anual e pretende ter continuação, mesmo após a crise provocada pela pandemia. Destina-se a artistas emergentes, maiores de 18 anos, de forma individual ou organizados em grupo, portugueses ou residentes em Portugal.

Cada finalista selecionado, individual ou coletivo, receberá uma verba de € 1.000 (mil euros), acrescidos de IVA, para apoio à produção do trabalho e sua apresentação na exposição de finalistas.

O vencedor do Prémio receberá uma verba de € 20.000 (vinte mil euros), acrescidos de IVA, na contraentrega da sua obra de arte ao Centro Colombo, conforme estipulado em regulamento.

Consulte o regulamento aqui.
As candidaturas deverão ser submetidas em formato digital aqui.