Workshop “Que histórias se perdem no silêncio?”

Workshop “Que histórias se perdem no silêncio?”
06/11/2021
Corpo de texto: 

Um workshop do Colectivo FACA (Andreia Coutinho e Maribel Mendes Sobreira) em diálogo com a performance/instalação “Missed-en-Abîme”, de Rogério Nuno Costa, e as obras que fazem parte do Museu Coleção Berardo.
Apresentação conjunta (workshop e performance) no contexto do Festival Temps d’Images, em colaboração com o Serviço Educativo do Museu.

Sábado, 6 de novembro de 2021
16:30
Museu Coleção Berardo

Entrada livre mediante inscrição pelo e-mail: duplacena@duplacena.com

Limite máximo de 15 participantes.


Sobre o workshop:

Começaremos com a premissa do jogo, quem perde e quem ganha? Que dados são usados pelos jogadores? Para isso partiremos da ideia de Duchamp que "(...) a posteridade estabelece o seu veredicto final e, por vezes, reabilita artistas esquecidos”, para entendermos em conjunto como é que partes invisíveis se mostram, e que possibilidades podem surgir nesse desilenciar que se ligam à ideia de herói perdedor. Nesta perspectiva, olharemos para as obras de arte através do órgão do silêncio, que histórias não nos contam quando nos fixamos na camada superficial da sua visibilidade? O que significa a dicotomia visível-invisível do nosso herói perdedor? Neste workshop, falaremos dos percursos artísticos e de vida pouco mencionados pela História hegemónica que silencia, e obriga a silenciar, outros corpos e as suas produções inacabadas. Toda a história é centrada na construção de um génio e de um herói, mas quem perde quando os silêncios que foram inviabilizados se visibilizam? Venham jogar connosco ao herói perdedor!

Sobre o Colectivo FACA:

O Colectivo FACA é um projeto de cidadania ativa constituído por Maribel Mendes Sobreira e Andreia Coutinho. Desenvolve trabalho com uma vertente curatorial e educativa com vários públicos, ampliando a perspetiva acerca do outro e a História, propondo discussões, exposições e visitas guiadas para propor o pensamento em torno das temáticas do feminismo, colonialismo, racismo, LGBTQI+ e não normatividade no contexto da cultura visual. Maribel Mendes Sobreira é arquiteta com pós-graduação em Património Urbano, mestre em Filosofia e doutoranda em Filosofia (FLUL) na área da Estética e Filosofia da Arte, com uma bolsa de investigação da FCT. É membro dos International Society for the Philosophy of Architecture e Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa. Coordena o Núcleo de estudos Simmelianos da Universidade de Lisboa. Tem publicado artigos na área da reflexão sobre a arquitetura, património urbano e teoria da arte. Concebe e orienta atividades de sensibilização para as artes e arquitetura, colaborando com o Museu Coleção Berardo desde 2007. Andreia Coutinho é mediadora educativa e ilustradora. Licenciada em Pintura pela FBAUL e Master of the Arts em Ilustração pela Kingston University (2015). Autora da zine "Hair" publicada pela SapataPress. Trabalha em museus desde 2010, em Portugal e no Reino Unido. Colabora com o Museu Coleção Berardo desde 2011.

Mais info:
www.facebook.com/colectivofaca
www.rogerionunocosta.com/missed_en_abime